ENGRAVATADO ūüĎĒ ūüĎĒ

Hora de ficar engravatado e voc√™ n√£o faz a m√≠nima ideia de por onde come√ßar? Se liga nessas dicas, e se torne¬† o “sommelier” das gravatas!¬†¬†ūüėāūüĎĒ¬†Aquele cara legal, que sempre est√° com um n√≥ bem dado e disposto a ajudar os amigos. ūüėČ

Quem nunca imaginou de onde veio esse acess√≥rio? Para que usar gravata? Se liga nessa hist√≥ria: H√° relatos que assim como todos os acess√≥rios a ideia do uso da gravata √© antiga. Acredita-se que j√° havia homem engravatado durante o s√©culo I a.C, os gregos usavam um tipo de cachecol √ļmido em volta do pesco√ßo para refrescar das altas temperaturas, isso¬† foi se perdendo com o tempo, mas por volta do s√©culo XVII o acess√≥rio chegou a Fran√ßa com influ√™ncia do regime croata que o pa√≠s vivia na √©poca, e era usado em tecidos mais leves para refrescar a temperatura nos dias quentes e de l√£, no inverno para deixar o corpo mais quente!

E como franceses s√£o finos, trataram logo de adaptar o acess√≥rio, que antes tinha uma utilidade prim√°ria e acabou evoluindo para um detalhe de status para o look! V√°rios caminhos e adapta√ß√Ķes levaram a gravata ao que ela √© hoje. Hoje alguns homens usam o acess√≥rio como pe√ßa obrigat√≥ria no dia a dia, j√° outros restringem o uso para ocasi√Ķes especiais, mas seja como for, todo mundo quer estar engravatado em grande estilo. Para isso:

  • Entenda, qual √© a largura da lapela do seu terno ou blazer e combine a gravata a partir dessa largura. Normalmente existem 3 tipos de larguras de gravatas, e elas teoricamente variam assim na hora de combinar com a lapela: lapela mais fina = gravata mais fina… lapela mais grossa = gravata mais grossa. Parece complicado, mas √© simples!
  • Conhe√ßa um pouco sobre cores e saiba como combin√°-las! Afinal, nem sempre voc√™ estar√° inspirado para montar composi√ß√Ķes cheias de personalidade, nessas horas aposte no convencional, aquelas escolhas que n√£o t√™m erro, sabe?
  1. Entende o conceito b√°sico do c√≠rculo crom√°tico abaixo: As cores prim√°rias s√£o Ciano, Magenta e Amarelo e √© delas que vem todas as varia√ß√Ķes de cores existentes, a partir da mistura dessas prim√°rias. A combina√ß√£o entre as cores podem ser entre monocrom√°ticas, que s√£o varia√ß√Ķes de tons de uma mesma cor, an√°logas que s√£o cores vizinhas no c√≠rculo crom√°tico, complementares que s√£o pares de cores, que se contrap√Ķem no c√≠rculo e tr√≠ades que s√£o trios de cores que se contrap√Ķe por meio de pontas de ti√Ęngulo no c√≠rculo.¬† Veja mais na tabela abaixo:¬†
  • Aprenda pelo menos um tipo de n√≥, e saiba fazer ele muito bem feito! √Č legal saber outros estilos de n√≥s, mas um n√≥ b√°sico bem feito, vale mais do que qualquer n√≥ dif√≠cil. Sem contar que um look b√°sico e bem feito em todos os pontos √© o suficiente para deixar sua combina√ß√£o com muito mais estilo e personalidade.

Curtiu a breve história sobre gravatas? Saiba mais aqui e aqui.

Quer acompanhar nossas novidades? Não deixe de seguir nossos perfis no Facebook e no Instagram.